sábado, 12 de janeiro de 2013

Ela é mais macho que muito homem



Quem de nós nunca precisou desentupir um esgoto?
Quem de nós nunca precisou trocar um chuveiro queimado ou um botijão de gás?
Quem de nós nunca ficou horas em pé num coletivo depois de um dia de trabalho (e em alguns casos sendo encoxada por um maldito que não sabe controlar suas pulsões sexuais)?
Quem de nós nunca se queimou tentando evitar que o ferro de passar roupa não caísse no nossx filhx, e apesar da dor lascinate da queimadura, não soltou uma única lagrima? 
Quem de nós nunca sofreu 5, 6, 7, 8,12 horas de trabalho de parto, com coragem e determinação até a hora da saída do bebê?
Quem de nós nunca foi trabalhar com uma puta cólica, e ficou firme até o fim do expediente?
Quem de nós nunca levantou as 4, 5 horas da madrugada,para arrumar os filhos, a casa, a comida antes de ir pro trabalho/estudo?
Quem de nós nunca se sentiu magoada com a separação, mas tirou forças de onde não tinha e seguiu em frente por causa dxs filhxs?
Quem de nós nunca precisou construir uma casa ou rejuntar um piso, porque o machista do pedreiro resolveu te enganar por que era mulher?
Quem de nós nunca precisou passar horas no PS de algum hospital e teve que brigar para que seu filho fosse atendido com decência? 
Quem de nós nunca precisou por algum machista em seu devido lugar, e ter a paciência feminista de explicar para ele que mulher não é objeto?
Quem de nós nunca se sentiu humilhada por ser mulher em algum momento da vida?
Quem de nós nunca sentiu dor fazendo depilação com cera quente, porque algum idiota em algum momento da historia da humanidade, decidiu que mulher deve se depilar e que isso é sinal de higiene pessoal?
Quem de nós nunca se queimou enquanto cozinhava, cuidava da criança, pensava nos problemas financeiros e nas tarefas da semana no trabalho?
Quem de nós nunca teve o bico do peito dilacerado por um bebê esfomeado, e chorou enquanto amamentava, vendo seu peito sangrar?
Quem de nós nunca teve vontade chorar em meio a uma consulta ginecológica  quando o animal do médico, foi grosso e rude com suas dúvidas sobre seu próprio corpo, mas segurou as lagrimas como forma de manter o pouco da dignidade que se pode ter, por ter nascido mulher? 
Quem de nós nunca se sentiu enraivecida quando outra mulher ofende sua moral lhe chamando de puta ou vagabunda, e neste exato momento pensou: tem alguma coisa errada, deveríamos nos unir?
Quem de nós nunca foi direta ou indiretamente obrigada a fazer sexo com um parceiro só para agrada-lo, em qualquer momento da vida, mesmo que na hora você tenha dito para você mesma que ele não fez por mal?
Quem de nós nunca passou por nenhuma dessas ou de outras experiências femininas e cotidianas em nossas vidas?
Qualquer mulher, é mais macho que qualquer homem!